EB Fundo de Vila - Mesa de outono.
Desafio - “ Para mim a matemática é ….”
Receção da bandeira de Escola Amiga dos Direitos Humanos
Dia do Diploma - 2018
Dia do Diploma - 2018
16 de outubro de 2018 - Dia Mundial da Alimentação
Hastear da Bandeira Verde - 2018 - EBSSL
Hastear da Bandeira Verde - EB Fundo de Vila
Hastear da Bandeira Verde - EB do Parque
EB Fundo de Vila -Mesa de outono

O Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite levou a cabo uma Mesa-Redonda, subordinada ao tema "Por uma Europa de valores...", no dia 25 de maio de 2017, nos Paços da Cultura. A organização coube à equipa coordenadora do programa Erasmus+ e ao Clube “AESL e a Europa”, em parceria com a Biblioteca Escolar.

A noite abriu alegremente, com alunos do 6º ao 12º ano a interpretarem o Hino à Alegria, num arranjo instrumental e vocálico da professora Ana Paula Oliveira, calorosamente aplaudido por uma sala cheia. Iniciou-se a sessão com a moderação da professora Manuela Balseiro, responsável pela Biblioteca Escolar e com a participação permanente da professora Isabel Valente, Presidente do Conselho Geral do Agrupamento e a Diretora do Agrupamento, professora Anabela Brandão, estas últimas também acompanhantes de estágios Erasmus+. A diretora começou por justificar a justeza da opção estratégica do Agrupamento em promover estes estágios, porque “os nossos alunos merecem todas as oportunidades; é nestas situações que nós percebemos melhor a forma como eles assimilam os valores que lhes são transmitidos pela escola e pela família e a prova é que eles nunca nos deixaram ficar mal”.
A organização dividiu a sessão em três painéis distintos, o primeiro dos quais com seis alunos participantes de estágios nos dois últimos anos: a Inês Macedo e a Sofia Pádua (estágio em Inglaterra), o Gonçalo Cunha e o Gonçalo Almeida (Alemanha) e o Marcelo Dias e o João Azevedo (Itália). Estes alunos frequentam ou frequentaram os cursos profissionais de Comunicação/Marketing/Publicidade, Programação, Audiovisuais, Comércio e Eletrónica. Os alunos deram um testemunho diferenciado das suas experiências pessoais e profissionais, durante a sua permanência no estrangeiro. Entre episódios ora dramáticos, ora cómicos, cada um relatou a forma como se adaptou a outras formas de estar, a outros costumes, a outros ambientes empresariais. A alimentação, os transportes, a relação nas famílias e nas empresas, o convívio entre estagiários, as saudades de casa foram temas que, amiúde, vieram à tona das palavras, despoletando frequentes risadas na assistência. Conclusão: o reconhecimento da enorme importância que esta experiência teve para o crescimento destes alunos, enquanto pessoas e enquanto futuros profissionais e o agradecimento à escola pela oportunidade de vivências tão inovadoras.
O segundo painel foi constituído por duas mães de alunos que estagiaram no estrangeiro - Susana Chaves e Lurdes Terra - em representação de todas as “mães-coragem”, como lhes chamou a moderadora, que incentivaram os seus filhos a partir à descoberta de novos mundos. Os seus testemunhos focaram-se nas razões que as levaram a incentivar os seus educandos a aceitar o desafio, na plena consciência de que a escola lhes estava a proporcionar uma oportunidade única de enriquecerem o seu currículo. O contacto diário com os seus educandos, o acompanhamento pela escola, a superação de uma ou outra dificuldade fizeram parte do quotidiano destas mães, durante o mês que durararam os estágios.
O último painel foi constituído pelo Dr. Jorge de Almeida Castro, diretor do Centro de Informação EUROPE DIRECT, de Aveiro, Álvaro Gouveia, presidente do Clube dos Empresários; Paulo Barreira, presidente da Associação Comercial de SJM e Luís Filipe Guerra, fundador do Observatório dos Direitos Humanos. Particularmente significativa foi a intervenção do Dr. Jorge Castro, que começou por afirmar que esta foi a “mais interessante sessão a que alguma vez assistira” sobre experiências deste género, pela genuinidade e pela riqueza dos testemunhos produzidas nos painéis anteriores. Focou ainda a importância da discussão dos temas europeus e descreveu o trabalho realizado pelo Europe Direct de Aveiro, no estabelecimento de contactos entre empresas e instituições europeias. O Dr. Luís Guerra salientou a importância dos contactos interculturais na educação dos jovens e na promoção do espírito de tolerância na forma como encaramos os valores dos outros. O Engº Álvaro Gouveia centrou a sua intervenção no questionamento do impacto que estas formações podem ter em contextos empresariais que almejam por clientes felizes, fruto do trabalho de colaboradores também felizes; no seu ponto de vista, o programa Erasmus+ é um dos contributos para esse objetivo, porque ajuda os alunos a refletir sobre as experiências vividas e a valorizar o fator humano, seja qual for o contexto em que se insiram. Por último, Paulo Barreira, presidente da Associação Comercial, louvou a iniciativa da escola, ao proporcionar estes estágios aos seus alunos, apenas lamentando que, no tempo em que frequentou a Serafim Leite, não existissem oportunidades destas.
No final, ficaram palavras de agradecimento a todos os que colaboraram na iniciativa e a entrega de pequenas lembranças, a reconhecer o espírito de entrega dos que enriqueceram a sessão com o testemunho das suas experiências e das suas ideias.


Gabinete de Comunicação do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite

 

Para ver todas as fotos clique no link seguinte

Mesa-redonda - Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite – Erasmus+

 

AN1 IMG 3907