A nossa cidade é S. João da Madeira. Pertence ao distrito de Aveiro e tem cerca de 22 mil habitantes.
É o único município português com apenas uma freguesia.
A nossa terra tem uma história muito rica, ligada à chapelaria e ao calçado tendo, atualmente, a eles ligados os respetivos museus.


Em S. João da Madeira existe a única fábrica de lápis do país, com cerca de uma centena de anos. Esta unidade industrial é visitada por muitos estudantes locais e de vários pontos do país.
Para além desta há várias indústrias de componentes para automóveis, cartonagem, molas, calçado, etiquetas… que atraem pessoas de freguesias e concelhos vizinhos que para cá vem trabalhar. Daí que haja grande movimentação diária de pessoas durante as horas de trabalho e a sua população seja, durante o dia, cerca do dobro da população residente em São João da Madeira. A nossa terra é, por isso, conhecida como a “Cidade do trabalho” e, fortemente, industrializada.
Há também várias ofertas culturais em locais privilegiados da cidade como a “Casa da Criatividade”, os “Paços da Cultura” e a “Sala dos Fornos da Oliva”, onde se realizam, entre outros; exposições, espetáculos musicais, atividades com e para as escolas, peças de teatro, etc. Como eventos culturais temos ainda o Carnaval, o espetáculo “A Cidade no Jardim” e as Marchas Populares, entre outros, que as escolas e outras associações oferecem à cidade e a todos os que nos querem visitar.
A cidade atribui, igualmente, importância a praticas de desporto saudável e às artes destinando-lhe vários espaços e equipamentos como por exemplo as piscinas municipais, os pavilhões desportivos e o campo da AD Sanjoanense, a Universidade Sénior, o Centro de Artes, a prestigiada Academia de Música frequentada por alunos do pré-escolar ao 12º ano de escolaridade onde são trabalhados instrumentos de sopro, percussão e cordas bem como aulas de canto, formação musical... Esta academia prima por uma intensa atividade artística…
Para apoio à saúde existe o hospital, o centro de saúde, várias clínicas e farmácias e a escola dos Bombeiros Voluntários. Na cidade há outros serviços de apoio às pessoas como a PSP e a GNR e associações de apoio a pessoas carenciadas, lar de idosos, Câmara Municipal, Junta de Freguesia, bibliotecas e muitos serviços de restauração e hotelaria e escolas.
A nossa cidade tem, como marca identitária, belos edifícios, jardins e parques, como o da Nª Sª dos Milagres e o Rio Ul que proporcionam à população momentos de lazer únicos e o contacto privilegiado com a natureza.
S. João da Madeira é um local bom para viver porque tem oferta de emprego às famílias, é uma cidade segura e tem clima ameno porque situa-se junto ao litoral.

Alunos da Escola de Fundo de Vila

 

desenhos todos

 

desenho1

 

desenho2

 

desenho3a

desenho4


Blogue da Biblioteca Escolar

Memórias da Serafim

  • A secretaria

    May 20, 2020

    A secretaria Glória Madeira | Sara Santos | Alda Morgado (em memória) | Sandra Matos | Lourdes Leite | Ângelo Figueiredo | Idina Santos | Salomé Oliveira | Esmeralda Nina , 2003. A secretaria é o lugar nevrálgico de qualquer instituição. É o espaço[…]

    Read more...
  • O Ensino noturno.

    May 19, 2020

    Durante muitos anos a Serafim Leite ministrou Ensino noturno. Muitos professores, alunos e funcionários por aqui passaram. Muitos alunos se formaram e concluiram os seus estudos. A escola chegou a ter 800 alunos matriculados. Depois, arranjos ministeriais acabaram com este[…]

    Read more...
  • E as obras?

    May 19, 2020

    Desde 1970, data das obras iniciais da construção onde agora funciona a escola, muita obras se foram fazendo, outras estão em marcha e mais ainda serão necessárias. Este recorte do jornal O Regional é de 27 de janeiro de 1973.[…]

    Read more...
  • E do velho se faz novo.

    May 18, 2020

    E do velho se faz novo. Solicita-se, a quem souber, o favor de identificar os implicados nesta foto. É que nem sempre a história guarda registos escritos. obrigadoabril de 1901

    Read more...
  • Os pormenores

    May 18, 2020

    Os pormenores Uma instituição faz-se também de pormenores, aqueles que muitas vezes mais ficam na memória, Eis alguns, não datáveis por muito antigos e indefinidos.a patine dos tempos e das histórias incontáveis

    Read more...

Por aqui...

Temos 16 visitantes e 0 membros em linha