Entre os dias 24 3 31 de março, uma equipa de alunos da escola Básica e Secundária Dr. Serafim Leite esteve presente na prova internacional ICT competitions enquadrada no projeto Erasmus + KA2 parcerias, coordenado pela República Checa. Este grupo de alunos tinha vencido o concurso na área das Tecnologias da Informação, a nível de escola, e agora venceu a prova a nível internacional onde competiram 24 alunos de seis países: Polónia; República Checa; Croácia; Espanha; Grécia e Portugal. Da competição faziam parte provas nos programas informáticos Word, Excel e Powerpoint.


Os dois primeiros dias foram ocupados com um programa social e cultural, em que se enquadraram visitas aos lugares mais significativos de Atenas, entre os quais a Acrópole, o Templo de Zeus Olímpico, o Arco de Adriano, a Antiga Ágora e a Biblioteca de Adriano. No terceiro dia, os alunos foram alojados na região de Salónica, na cidade de Veria, de onde partiam para Meliki, localidade em cuja escola se realizava a competição. Entre as sessões de treino e a sessão de competição, as delegações tiveram oportunidade de conhecer os locais mais significativos da região, além de Veria e Melika, também Meteora e Leptokaria, incluindo museus, igrejas e mosteiros.
A equipa era constituída pelos alunos André Octávio Soares, Carlos Manuel Andrade, ambos do10.ºA, Diana Evaristo Oliveira, do 11.ºA, todos de Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias e Beatriz Alves Oliveira do 10.ºE, Curso Profissional de Design Gráfico. O aluno André Soares resumiu assim a experiência: “entre o enriquecimento cultural, os novos conhecimentos, não só pessoais, mas também sobre novas tecnologias da informação e comunicação, as deslumbrantes paisagens e o ambiente que se criou, diria que o que mais me marcou foram as experiências com os outros estudantes estrangeiros. Vivi momentos únicos e marcantes, que jamais esquecerei. Aprendi muito sobre novas tecnologias, sobre a história da Grécia e sobre as diferenças culturais existentes entre os vários países envolvidos. Todos os alunos deviam ter a possibilidade de viver experiências destas, pois ficariam a conhecer melhor o que realmente é a “União Europeia”, de que tanto nos falam na escola. O Carlos Manuel não diverge no realce à importância da participação no projeto: “esta experiência permitiu-me conhecer locais e culturas diferentes, bem como pessoas de outros países. Adorei o projeto, pois ajudou-nos a desenvolver as nossas capacidades nas várias ferramentas do Office e também numa língua estrangeira. Gostei bastante e espero voltar a visitar a Grécia. Recomendo vivamente os alunos a participarem no projeto. A Diana e a Beatriz, além da alegria pela “oportunidade de terem conhecido o país e a cultura da Grécia”, destacam os ganhos pessoais e pedagógicos da experiência: com o ICT, aprendemos a trabalhar melhor com o Office o que nos será sempre útil. Além disso, melhoramos as nossas capacidades sociais e aperfeiçoamos o conhecimento da língua inglesa.”

Gabinete de Comunicação do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite

 

AN Grécia DiarioAveiro

 

AN Grécia labor