No dia 27 de Outubro, os alunos das oito turmas do 12º ano realizaram uma Vista de Estudo a Mafra. O grande objetivo era o de se motivarem para a leitura da obra “Memorial do Convento”, que irá ser lecionada na parte final do ano letivo. O “Agora Nós” irá publicando, neste mesmo espaço, colaborações escritas e fotográficas das diversas turmas, de modo a conseguir-se uma visão multifacetada desta atividade. Espera-se agora que os alunos correspondam ao objetivo da visita e leiam o “Memorial do Convento, de José Saramago. Vão ver que gostam!

O 12º F no Convento de Mafra

No dia 27 de outubro, a Vila de Mafra acolheu as turmas do 12º ano da Escola Secundária Serafim Leite. Apesar das condições climáticas adversas, os alunos usufruíram de uma visita guiada ao Convento de Mafra e assistiram à representação da peça de teatro que deu a conhecer a obra “Memorial do Convento”, de José Saramago.

Sempre entusiasta e cooperante, o 12º F apreciou a beleza arquitetónica deste sumptuoso monumento nacional e disfrutou dos esclarecimentos habilmente fornecidos pela guia, sempre numa perspetiva de interação com a obra a estudar.

A assistência à representação da peça de teatro, que decorreu no interior do Convento, também superou as expetativas dos alunos, uma vez que, além de funcionar como motivação para o estudo da obra saramaguiana, proporcionou momentos de aquisição de conhecimentos e, ainda, o contacto com a arte dramática, sempre apreciada pelos alunos.

Acompanhados pelos professores Maria de Lurdes Gual e Marco Vasconcelos, os alunos do 12º F viajaram até Mafra e renderam-se à magnificência de um monumento que abarca, na sua história, a glória de uns e o sacrifício extremo de outros.

12F todos DSCF0650

12F-duas

12F-duas1

 

12ºA - VISITA DE ESTUDO À VILA DE MAFRA

No dia 27 de outubro, as turmas do 12º ano da nossa escola, realizaram uma visita de estudo à vila de Mafra, no âmbito da disciplina de Português e do estudo da obra

Memorial do Convento. Com esta visita foi possível conhecer o Palácio de Mafra e assistir à dramatização da obra de José Saramago. A partida deu-se pelas 6 horas da manhã e a chegada a Mafra pelas 9 horas. Os alunos foram divididos por grupos, consoante as turmas, para que fosse possível intercalar a ida ao palácio e ao teatro.

Mandado construir no reinado de D. João V, o Palácio de Mafra é um monumento de estilo barroco constituído pelo Palácio Real, pela Basílica e por um grande Convento com capacidade para cerca de trezentos frades. Os alunos puderam visitar a enorme Basílica de Mafra, uma das únicas no mundo com dois carrilhões de sinos e seis órgãos. A grandiosidade da Basílica reflete-se também no Palácio Real. Com 1.200 divisões, 4.700 portas e janelas e 156 escadas, o palácio é um espelho da soberania e esplendor que reinava no séc. XVII. Do Convento, os alunos apenas puderam visitar uma pequena secção, visto que atualmente grande parte deste se encontra ocupado pela Escola Prática de Infantaria de Mafra e por isso, está interdita a entrada ao público. Um dos maiores tesouros do palácio é também uma grande biblioteca, com cerca de quarenta mil volumes, escritos em várias línguas.

A peça de teatro foi representada por um grupo de cinco atores, numa capela adjacente ao palácio. A peça foi uma dramatização do Memorial do Convento, obra inspirada nos factos históricos acerca da edificação do palácio, descritas por José Saramago.

Pelas 5 horas da tarde, iniciou-se a viagem de regresso a São João da Madeira.

12A- todosDSC05400

                                                                                                                12ºA

 

BiblioMafra

                                                                             A Biblioteca e os seus morcegos

panoram DSC05287

                                                    Panorâmica do Convento, com a Basílica ao centro.

 

12º C - RELATÓRIO DA VISITA DE ESTUDO E TEXTOS DE APRECIAÇÃO CRÍTICA

A Partida

No dia 27 de Outubro de 2011, as turmas do 12º ano da Escola Secundária Serafim Leite foram a Mafra, com o objetivo de visitar o Convento de Mafra. A partida foi feita por volta das 06:15 horas e a chegada ao destino aconteceu por volta das 10 horas.

A visita

Ao chegarmos ao Mosteiro, o grande grupo que tinha partido da Serafim Leite foi dividido em duas partes, uma foi logo fazer a visita guiada ao mosteiro e a outra parte foi assistir a uma peça de teatro baseada no Memorial do Convento, uma das obras de José Saramago. Após a representação, fomos almoçar ao gosto de cada um e onde cada um quis. Por volta das 14 horas entrámos de novo no mosteiro e repetimos a divisão de grupos da parte da manhã: desta vez, o grupo que tinha ido ver a peça de teatro fez a visita guiada, percorrendo o mosteiro onde se puderam observar as várias divisões, incluindo a Basílica; o outro grupo desta vez foi assistir a peça de teatro.

Durante a visita guiada, fomos acompanhados por pessoas que possuíam um grande conhecimento sobre a história do Convento.

O problema com que nos deparámos durante a visita foram as condições climatéricas, pois esteve o dia inteiro a chover e assim foi complicado encontrar um local apropriado para almoçar o que tínhamos levado.

O Regresso

Quando a visita estava concluída, por volta das 18 horas, voltámos para São João da Madeira. A meio do percurso o motorista do autocarro aproveitou para fazer uma breve pausa, que toda a gente aproveitou para lanchar. De seguida saímos na direção de São João da Madeira e fizemos uma viagem bem animada que terminou na escola às 21 horas.

Tiago Pinho (12ºC)

12C Mafra

                                                                                                       O 12ºC nos claustros do convento

Apreciação Crítica –Visita Guiada ao Convento de Mafra

Nesta Visita fomos guiados pelo guia Eduardo Silva, que procurou sempre fazer a ligação entre a obra "Memorial do convento" e o monumento em si.

No início da visita falámos da criação do convento e ao longo da visita fomos evoluindo através das gerações e falámos de outras as pessoas importantes que por ali passaram. O guia foi-nos mostrando e explicando, muito bem, os detalhes e o significado de cada compartimento do palácio.

O convento de Mafra representa a grandiosidade de Portugal na altura, ou melhor dizendo, a grandiosidade que queríamos mostrar aos outros países da Europa. Essa tentativa mostrar ser mais do que o que somos era típica do nosso rei e do regime monárquico.

O Convento de Mafra representa a também o facto de os portugueses terem tendência para mostrar aos outros o que não são! Usufruíamos de luxos desnecessários e que não conseguíamos suportar e o Convento é uma boa representação disso mesmo. Ainda hoje isso acontece…

Mauro Silva (12ºC)

12Cvisitamafra

                                                                                                                                                                12º C -Visita guiada

Crítica à peça de Teatro “Memorial do Convento”

                A peça de teatro sobre o “Memorial do Convento” está bem construída e explica muito bem toda a ação da obra. A introdução da peça foi algo espantosa, porque é uma conversa entre dois camaristas a “criticar” o rei e a brincar com as suas roupas, o que fez com que tivesse havido alguma animação e interesse, por parte do público. A sala é um auditório improvisado, bastante agradável, embora as suas cadeiras sejam um pouco desconfortáveis. A iluminação é adequada a cada cena e as personagens estão muito bem vestidas. A peça deveria ter mais interatividade: a ação situa-se muito no mesmo sítio, o que pode levar o público a perder algum interesse ou mesmo a distrair-se. As falas estão muito bem adaptadas e explicam a história fluentemente.

João Cruz (12ºC)