eqavet

  • secretaria@essl.pt
  • 256 837 550

Mobilidade - Republica Checa

Diário da mobilidade pela voz dos alunos participantes

[clique para ler mais]

 

Dia 1

No dia 8 de novembro, segunda feira, estávamos cansados por causa de uma noite sem dormir a pensar na aventura que nos esperava. Encontramo-nos às duas da manhã em frente da escola sede, do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite. Despedimo-nos dos nossos pais e fomos diretamente para o aeroporto do Porto. Às 5 da manhã entramos todos no avião. Eu estava bastante nervoso pois esta era a primeira vez que iria andar de avião. A princípio estava inquieto, mas, logo após o avião levantar, apercebi-me de que não havia nada a temer. Já em Lisboa, e após uma pequena pausa para o pequeno-almoço, entramos de novo num avião, desta vez, com destino a Viena, na Áustria. A viagem foi três vezes mais longa, mas bastante tranquila, e pouco tempo após o desembarque conhecemos a equipa espanhola. Juntos, fizemos a viagem de autocarro até à República Checa. Com o cansaço, esta viagem, já longa, parecia interminável, mas após mais quatro horas de espera chegamos finalmente ao hotel onde iríamos passar os próximos quatro dias. Saímos da escola às duas da manhã e só chegamos ao nosso destino às 18h...

Chegados ao hotel Gong foi-nos dada a chave para os quartos e logo de seguida fomos jantar. O jantar estava muito bom, a princípio foi-nos servida uma sopa de tomate com vegetais muito boa, embora um pouco forte, e depois, como prato principal, um rolo de carne com arroz, “Spanish Birds”, que os espanhóis não provaram por não quererem comer “compatriotas”. Estava planeado darmos uma volta pela cidade, mas a chuva decidiu arruinar os nossos planos e como estávamos muito cansados decidimos ir descansar.

Rafael Oliveira


Dia 2

Dia 9, terça feira, acordamos cedo e fomos tomar o pequeno-almoço. O pequeno-almoço era um buffet com grande variedade de comida, perfeito para o começar o dia. Depois do pequeno-almoço, ainda sonolentos, vimos uma apresentação sobre locais e monumentos importantes da zona. Logo de seguida, fizemos uma visita guiada pela escola “Mendelova Stredni Skola”. No coffee break experimentamos um doce chamado “Frgál”, que infelizmente não era do nosso gosto. Após o coffee break tivemos a sessão de treino do Google Spreadsheet, onde conhecemos os nossos amigos austríacos e eslovenos. O almoço no McLimon, restaurante local, estava muito delicioso. Logo após o almoço, fomos visitar “Pustevny sky walk”, uma espécie de passadiço que oferecia uma bela vista da cadeia de montanhas. Devido à baixa temperatura, aproveitamos para beber chocolate quente para nos aquecermos num café tradicional. Mais para o final da tarde, fomos jogar bowling, nesse momento, convivemos muito com os alunos checos e espanhóis, o tempo passou demasiado rápido e num instante tivemos de nos despedir. Já de noite retornamos para o hotel Gong para descansarmos porque, no dia seguinte, tínhamos um dia longo pela frente.

Tiago Lopes


Dia 3

Dia 10, quarta feira. Começamos o dia cheios de adrenalina. Eu e a Maria adormecemos e tivemos de nos preparar em segundos. Quando estávamos prontos para sair, os nossos colegas portugueses tinham preparado uma pequena sandes para comermos na viagem. Já na escola, fizemos um modelo 3D de um porta-chaves, que mais tarde imprimimos. Foi muito interessante e ficamos com uma recordação engraçada. Assistimos a um seminário denominado "Creativity in Business and Business Design" com Marie-Theres Zirm. Já com fome, fomos almoçar para ficarmos prontos a competir. Tivemos a competição em grupos internacionais e depois fomos fazer um passeio pela cidade Štramberk, cidade a 15 minutos de carro da escola e onde se situava o nosso hotel. Gostamos especialmente da torre no cimo da colina. Lá vimos uma paisagem lindíssima da cidade inteira. Passamos por uma série de casas tradicionais e, numa espécie de praça, visitamos um mini zoo que tinha bastantes animais tropicais. Alguns de nós tivemos coragem de pegar em cobras e lagartos! Nessa mesma praça também provamos um doce local chamado "Orelhas de Cristão", que, apesar de ter um nome pouco acolhedor, era bastante bom! Fomos jantar no hotel às 17:30, uma hora pouco comum para nós portugueses. Depois de um dia cheio, fomos dar uma volta pela cidade, mas o frio obrigou-nos a voltar ao hotel, onde recarregamos as pilhas para o próximo dia.

Samuel Pinto


Dia 4

Dia 11 de novembro, quinta feira, acordamos cheios de energia e prontos para conhecer uma nova cidade: Olomouc.Conhecemos o castelo Šternberk com uma visita guiada. Como era dia de São Martinho, foi-nos contada a sua história e vimos as diversas estátuas que existem, em sua honra, no castelo. Ficamos espantados ao saber que, ao contrário de Portugal, aqui acredita-se que São Martinho traz consigo neve em vez de bom tempo.

Depois do almoço, fomos dar uma volta pela praça da cidade (Olomoucké náměstí) onde vimos diversos monumentos, incluindo um relógio astronómico chamado: Olomoucký Orloj. Para finalizar a nossa visita pela cidade, visitamos uma belíssima igreja (Svatý kopeček), localizada no topo de uma colina. Depois de um dia tão preenchido, só pensávamos no jantar, no entanto, quando chegamos ao hotel, todos ficaram desapontados com a comida. Com isto, os professores, portugueses e espanhóis, tiveram a excelente ideia de nos levar a uma pizzaria perto do hotel. Após o jantar, todos contentes, regressamos ao hotel para podermos fazer as malas e descansar uma vez que tínhamos uma longa viagem no dia seguinte.

Maria Caires

Dia 5

Dia 12, sexta feira. Acordamos cedo para ir visitar algumas lojas de Štramberk, antes de partirmos, mas infelizmente estava tudo fechado. Voltamos ao hotel, tomamos o pequeno-almoço e começamos a nossa viagem para Nový Jičín. Quando lá chegamos, começou a cerimónia de entrega de diplomas num museu de chapéus, visto que, assim como São João da Madeira, esta cidade também é muito conhecida pela indústria chapeleira. Após a entrega de diplomas, subimos ao topo da torre da câmara municipal que tinha uma vista espantosa sobre a praça da cidade. Depois de descermos, visitamos o museu de chapéus, onde experimentamos uma série de chapéus de diferentes épocas e estilos. De seguida, fomos dar uma volta pela cidade da qual trouxemos lembranças. Já cheios de fome, fomos ao restaurante Radegast, onde a comida era muito boa. Antes de partir de vez da República Checa, despedimo-nos dos alunos, dos professores e da cidade. Depois de uma longa viagem, chegamos ao hotel muito cansados, mas, mesmo assim, fomos explorar a cidade e jantar.

Maria Caires, Rafael Oliveira, Samuel Pinto e Tiago Lopes


Dia 6

Dia 13, sábado. Acordamos cansados, mas muito entusiasmados para visitar a cidade de Viena. Tomamos o pequeno-almoço no hotel e fomos diretos ao centro da cidade (Ringstrasse). Depois de visitar alguns monumentos, o frio conseguiu-nos parar, então fizemos um tour de mini-autocarro que foi muito interessante e deu-nos uma noção do que podíamos visitar a pé. Já com fome, fomos experimentar o doce tradicional Apfelstrudel e aquecer com chocolate quente. Quando já estávamos prontos para continuar a nossa aventura, retomamos a exploração. Visitamos diversos monumentos e andamos por ruas magníficas. Todos nós achamos a cidade extremamente bonita. Um dos monumentos que mais gostamos foi a deslumbrante Catedral Stephansdom. Almoçamos, na maior feira de Natal de Viena, uma Käselkraner (uma salsicha recheada de queijo dentro de um pão) que, apesar de ser um prato simples, era delicioso. Logo de seguida, fizemos um passeio pelo resto da tradicional e acolhedora feira. No final do dia, apesar de estarmos um pouco tristes por não podermos ficar mais tempo, chegou a hora da partida. Fizemos dois voos novamente. As viagens foram longas, especialmente a primeira, mas ao chegarmos à escola foi reconfortante o reencontro com a nossa família. Esta grande jornada finalmente chegou ao fim, mas foi enriquecedora para cada um de nós. Esperemos um dia repetir!

Maria Caires, Rafael Oliveira, Samuel Pinto e Tiago Lopes

erasmus

 Erasmus

 
 Ver menu principal 
Deco1

Assembleia Municipal Jovem

 
 Ver mais informação [aqui]
ami

Escola Amiga dos Direitos Humanos

 
 Ver mais informação [aqui]
parlamento

 Parlamento dos jovens

 
O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República dirigida aos jovens dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário, que culmina com a realização de duas Sessões Nacionais no Parlamento. Este projeto parlamentar pretende, grosso modo, incentivar o interesse dos jovens pela participação cívica e política e sublinhar a importância da sua contribuição para a resolução de questões que afetam o seu presente e o futuro individual e coletivo.
O programa desenvolve-se em três fases – escolar, distrital e nacional -, abarcando diversas etapas que pretendem, no fundo, espelhar o trabalho dos deputados representativos de todas as faces políticas em nome da nação – PORTUGAL.
CE

 Clube Europeu

 
O Clube Europeu AESL e a Europa é um clube dinamizador de atividades no domínio da Dimensão Europeia da Educação. Tem a finalidade de contribuir para a formação de jovens estudantes conscientes dos seus direitos e deveres, dispostos a intervir direta e indiretamente no projeto da construção europeia, à luz dos Direitos Humanos e dos valores da Democracia.
eco2

 Eco-Escolas

 
O Programa Eco-Escolas é um projeto internacional da Fundação para a Educação Ambiental e que é desenvolvido em Portugal, desde 1996, pela Associação Bandeira Azul da Europa. A iniciativa pretende encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pela escola, no âmbito da Educação Ambiental para a Sustentabilidade. Mais informações sobre o nosso projeto [aqui]

Escola Básica e Secundária Dr. Serafim Leite
Rua Manuel Luís da Costa
3700-179 São João da Madeira

        

Escola Básica de Fundo de Vila
Rua Dr. José Cerqueira Vasconcelos
3700-120 São joão da Madeira

        

Escola Básica do Parque
Rua Maestro Rui Ferrão
3700-282 São João da Madeira