A  Escola do Parque fez 75 anos no dia 27 de novembro de 2013. Para comemorar a data, houve festa no Parque. Alunos, professores, auxiliares e pais uniram-se para comemorar condignamente esta data. Juntaram-se a eles numerosos convidados, entidades oficiais, Presidente da Câmara, Presidente da Junta de Freguesia, Diretora do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite, a que pertence a Escola do Parque, antigos docentes e alunos, pais e encarregados de educação, amigos da Escola...

*

AS BOAS VINDAS E A FESTA

O átrio da escola encheu-se de animação. Os 270 alunos da escola, muito juntinhos, deram as boas vindas aos convidados. A primeira oradora foi a professora Anabela Brandão, diretora do Agrupamento, que, no fim de um breve diálogo com os alunos, deixou uma promessa "Voltamos a encontrar-nos aqui quando fizermos 100 anos. Pode ser?" E todos responderam em uníssono "Siiim!". Seguidamente falou o professor Manuel Belinha, coordenador da escola, que saudou os convidados e realçou o significado da data, lembrando todos aqueles que, ao longo dos 75anos, passaram pela Escola do Parque. Depois usou da palavra a professora Ana Mota, antiga aluna, atual professora, e grande animadora do projeto "Há festa no Parque!", que lembrou algumas curiosidades sobre a origem da escola. Inicialmente era um "edifício pequenino", construído pela boa vontade de alguns sanjoanenses e, mais tarde, cresceu tornando-se uma nova escola, com as caraterísticas que tem hoje. Recordou que, há 75 anos, como hoje, o objetivo e o esprito são os mesmos: formar alunos e dar-lhes instrumentos essenciais para a vida. Terminou o seu improviso com esta ideia: é importante que, em qualquer circunstância, cada aluno que passa por esta escola continue a dizer com orgulho "eu fui aluno da Escola do Parque!"

Em seguida, seis alunos do quarto ano leram textos alusivos à data, alguns deles evocando a experiência dos seus pais, mas todos enaltecendo as virtudes e o papel da escola que frequentam.

O último orador foi o Senhor Presidente da Câmara, Ricardo Figueiredo, que fez um breve historial da escola, calculando que, nestes 75 anos, terão aprendido ali as primeiras letras cerca de 3.000 alunos, o que, parecendo pouco, representa um enorme investimento por parte de todos os que se envolveram na criação e na melhoria da escola. Terminou ainda com um desejo: que estes alunos possam estar aqui a comemorar mais 75 anos, ou seja, os 150 anos da escola do parque. "Parabéns à escola e parabéns a todos vocês!"

Depois cantaram-se os "parabéns a você", em versão adaptada pela professora Flávia Pinto. Numa das colunas do átrio foi então descerrada uma placa comemorativa, em que se lembra a data e se homenageiam aqueles que, de uma forma ou de outra, contribuíram para o nascimento e a afirmação da escola.

LARGADA DE BALÕES

Já no recreio, foram lançadas centenas de balões, que encheram então o céu azul de cores alegres, alegres como o coração das crianças que os libertavam, juntamente com as mensagens por elas escritas, presas aos fios que os acompanhavam naquele voo rumo ao desconhecido. Nas mensagens ia também o endereço eletrónico da escola, o que permitirá que as pessoas que as venham a encontrar enviem para a escola a notícia da sua receção.

Os convidados dirigiram-se seguidamente às instalações do ATL "Gente Miúda", que funciona no edifício da escola, para um pequeno convívio, de que fazia parte o tradicional bolo de anos, a que se juntou uma pequena oferta dos organizadores: uma coleção de lápis, resultante da parceria com a empresa Viarco. A professora Ana Mota aproveitou também para lembrar outras atividades que já se iniciaram ou que ainda vão decorrer, no âmbito do projeto comemorativo.

O dia prosseguiu com a realização de jogos populares em que os alunos se empenharam entusiasticamente.

Nenhum dos participantes se esquecerá certamente deste dia e desta data, porque houve, e vai continuar a haver, Festa no Parque!

 


Blogue da Biblioteca Escolar

  • Plataforma LER

    Sep 16, 2020

    Plataforma LER O Plano Nacional de Leitura (PNL2027) e a Fundação Belmiro de Azevedo – EDULOG – lançam publicamente a Plataforma LER – Leitura e Escrita: Recursos, numa sessão online, no dia 22 de setembro, às 15:00h.O programa e outras informações poderão ser consultados no portal no[…]

    Read more...
  • Fotografias da Matilde Bessa para o concurso

    Jul 24, 2020

    Fotografias da Matilde Bessa para o concurso A Matilde Bessa do 6.ºB também participa no concurso Fotografa Livros da Biblioteca. As fotos estão espetaculares! Boa, Matilde! Continua a olhar para os livros com esta imaginação! E se a imaginação é tão boa é porque também és uma[…]

    Read more...
  • Receit@r: O Coração e a Garrafa de Oliver Jeffers

    Jul 18, 2020

    Receit@r: O Coração e a Garrafa de Oliver Jeffers O Dinis Costa, o Pedro Bento e o Francisco Ferreira, do 5.º ano, os nossos médicos de leitura especialistas no problema “Não Saber as Coisas” sugerem a leitura do livro O Coração e a Garrafa de Oliver Jeffers.Segundo os nossos[…]

    Read more...
  • Serviço Nacional de Terapia da Leitura sempre em ação

    Jul 17, 2020

    Serviço Nacional de Terapia da Leitura sempre em ação O SNTL continua a trabalhar e a receit@r a leitura todos os dias para poder curar as maleitas que nos atingem. Desta vez, os alunos Diva, João e Soraia, do 5.ºA, preocupados com o problema da falta de solidariedade e[…]

    Read more...
  • Marcar a Leitura com o 12B

    Jul 16, 2020

    Marcar a Leitura com o 12B Os livros são sempre bons companheiros e a leitura é sempre um momento de evasão prodigioso numa altura em que o desconfinamento ainda é um cenário a ter sob vigilância. Os alunos do 12.ºB criaram marcadores para, com muito estilo,[…]

    Read more...

Memórias da Serafim

  • Os finalistas de 1972/73

    Sep 23, 2020

    Os finalistas de 1972/73

    Read more...
  • Os livros de finalistas

    Sep 22, 2020

    Os livros de finalistas Estas publicações anuais eram excelentes registos para memória futura das realizações culturais levadas a cabo e, ao mesmo tempo, indeléveis assentamentos dos nomes e faces das gerações que passavam pela escola. No exemplar que agora se digitaliza, cuja oferta muito[…]

    Read more...
  • Os deveres do aluno

    Sep 14, 2020

    Os deveres do aluno No tempo do Estado Novo os deveres do alunos eram bem divulgados. Da ficha dos alunos constava a lista que se mostra. Atuais, ou não, eis um registo numa caderneta de um aluno que se extraiu do excente facebook dos[…]

    Read more...
  • As Fichas

    Sep 14, 2020

    As Fichas De uma escola se espera recolha de dados permanente. Em outras eras as coisas eram mais românticas, mais palpáveis. Hoje as fichas foram substituídas por tabelas exel, mais completas mas também mais assépticas. Aqui ficam dois exemplos, devidamente ocultados, porque[…]

    Read more...
  • A Rita

    Jun 29, 2020

    Querida Serafim Leite,Acabou…Acabou o tempo de caminhar todos os dias pelo teu chão, o tempo de sentir a tua alegria por entre as paredes. Acabou o tempo de receber, dentro de ti, os melhores abraços e os mais sábios conselhos.[…]

    Read more...

Por aqui...

Temos 17 visitantes e 0 membros em linha