Os alunos dos 3.ºB e do 4.ºA da Escola Básica do Parque, as professoras Liliana Neto e Marisela Oliveira e os respetivos Pais e Encarregados de Educação envolveram-se, ativamente, na dinamização de dois eventos, nas quintas-feiras dos dias 30 de novembro e 7 de dezembro, com o intuito de angariarem fundos para efetuar uma visita de estudo à Ilha da Madeira.

Hoje em dia, vivemos num mundo inundado por impulsos de consumo revestidos de multiformatos que se refletem vivamente nas nossas ações e na educação das nossas crianças.

Os alunos do 4.ºA, da Escola Básica do Parque, foram desafiados a escrever ao Pai Natal. Esta foi mais uma atividade que pretendeu incentivar a expressão escrita e a criatividade das crianças, beneficiando, também, o estímulo que o espírito natalício proporciona e que ajuda a manter o sonho de Natal bem vivo.

No dia onze de dezembro de 2023, o Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite assinalou o "Dia Internacional dos Direitos Humanos". As atividades foram dinamizadas pelo docente Rui Queirós e os seus alunos, da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica, em parceria com o grupo Ubuntu e a responsável pela Escola Amiga dos Direitos Humanos (EADH), professora Cláudia Proença.

Comemoração do Dia Mundial de Combate

ao

Bullying

 

BULLYING? Porquê?

Um flagelo transversal na atualidade, SEM SENTIDO!!!!!

 

12c

 

12.º C

 

 

 

 

 

 

 

 

No passado dia 3 de novembro, o AESL organizou a entrega dos diplomas para todos os alunos do 12.° ano, do ano letivo 2022/2023.

As professoras organizadoras do evento, Sónia Araújo e Celeste Cerqueira, pediram a colaboração das suas turmas de Artes e de Audiovisuais para tornarem este evento possível.

Nos dias 9 e 10 de novembro, as salas do jardim de infância da Escola Básica de Fundo de Vila promoveram uma dinâmica deliciosa, a “Feira Outonal”.

 

Adultos e crianças puseram mãos na massa e confecionaram algumas iguarias, como compotas, geleias e marmelada.

O evento contou com uma expressiva participação dos Pais/Encarregados de Educação, que tornaram a bancada mais diversificada, colorida e rica.

Existem milhares de pessoas que manipulam imagens e mensagens que, posteriormente, são partilhadas pelos Media, através de revistas ou sites, o que constitui um grande problema para, especialmente, figuras públicas, podendo arruinar vidas e carreiras.

Se eu tivesse um lápis mágico, eu desenhava um mundo onde as pessoas se amassem, um mundo onde não houvesse violência, racismo e guerra, um mundo onde só existisse amor.

Desenhava os melhores pais para as crianças abandonadas e um planeta melhor. Construía hospitais para as pessoas doentes. Dava acesso a água potável para todos os países do Mundo e ajudaria o planeta a respirar melhor.

Um mundo onde os meninos pudessem exprimir a sua opinião, onde pudessem ir à escola, um mundo onde os direitos de todas as crianças fossem respeitados.

Seria, certamente, um mundo feliz!

Lorena Silva Lopes(3.º B)_EB do Parque 

 
 
 

Portal do AESL

logotipo ESCOLA EMAIL