No passado dia 15 de maio, entre as 10h 20m e as 11h 50m, decorreu pelas ruas da cidade de S. João da Madeira, a 7ª edição da actividade "Corrida Solidária", sob o lema "Cidadania e saúde".

O percurso teve como ponto de partida a Escola Secundária Serafim Leite, com passagem pela Praça Luís Ribeiro e regresso à referida escola.

Os Clubes Europeus são uma iniciativa portuguesa, lançada em 1986, decorrente da experiência de pertença de Portugal ao Conselho da Europa, bem como da adesão à Comunidade Europeia. A inscrição no "Clube ESSL e a EUROPA" é facultativa e está aberta a alunos, professores, e outros elementos desta comunidade escolar.

Acolhendo a ação de sensibilização promovida no dia 23 de abril, pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de São João da Madeira, intitulada "Laço Azul", reuniu-se a comunidade educativa do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite em torno da Prevenção dos Maus-tratos na infância e juventude.

Os professores do grupo 430 (Economia e Contabilidade) com a colaboração dos alunos do 12ºJ, envolvendo as disciplinas de Contabilidade e fiscalidade e Gestão, levaram a cabo, no passado dia 3 de abril, uma ação de preenchimento online do IRS-2012, destinada a assistentes e professores da Escola. Esta atividade, que teve uma adesão significativa, já tem tradição na escola e destina-se a facilitar o cumprimento daquele dever fiscal junto de todos aqueles que o desejam.

Mais uma vez, este ano mais cedo do que é habitual, realizou-se no passado dia19 de abril o Encontro Diocesano de Alunos de Educação Moral e Religiosa Católica, no parque da cidade do Porto, tendo como lema "ENCONTRO MUITAS RAZÕES DE COM(VIVER)".

Ano após ano, edição após edição, o projeto ‘Ousadias do pensar’ revela-nos que a educação para o pensar contribui significativamente para o crescimento pessoal e interpessoal do alunos; aquela tem uma importância crucial para estimular o pensamento e está, ainda, pressuposta nas psicologias cognitiva e social, pois ajuda os jovens a criarem relações autênticas com os seus pares e consigo mesmos. Vygotsky, em "Formação Social da Mente", apresentou um suporte filosófico e psicológico para a tese de que o pensamento é a internalização do diálogo.

1. A filosofia é difícil.

É falso que se fale da filosofia como uma disciplina difícil. Ela é tão difícil quanto outra disciplina qualquer. Há, certamente, disciplinas mais difíceis e outras mais fáceis. A dificuldade não ocupa um lugar de destaque mais na filosofia do que na física, biologia ou na matemática.

No âmbito das Comemorações do 25 de Abril, alguns alunos do 9º, 10º e 11º anos, orientados pelo Grupo de História, nomeadamente os docentes Vanda Calé, Helena Diegues, Sandra Saraiva, Graça Moutinho e Luís Mateus, do Departamento de Ciências Sociais e Humanas, organizaram uma exposição intitulada “ A escola no tempo dos nossos pais e avós”. No dia 29 de Abril, na sala 15, decorreu uma actividade intitulada “um dia por Abril”, que incluiu: ...

...declamação de poemas, uma pequena dramatização e um momento musical. A actividade ainda comtemplou uma mostra de cartazes alusivos a estas comemorações do 25 de Abril, no polivalente da escola.

No dia 20 de Maio, pelas 20h30, realizou-se no C.M.I. a 3ª edição do 'Ousadias do pensar', organizado pelo Grupo 410 - Filosofia, da Escola Secundária Dr. Serafim Leite. Este evento anual marcou, mais uma vez, a sua raiz: a de se constituir, sobretudo, como  um 'balão de ensaio' na produção de reflexões (escritas, cenográficas, performativas,...) por parte de alunos dos ensinos diurno (10º, 11º e 12º anos) e nocturno (EFA, Módulos capitalizáveis).

Orlando Ribeiro, considerado precursor da Geografia moderna portuguesa do século XX, desenvolveu um trabalho de carácter acentuadamente interdisciplinar e foi um dos pensadores mais influentes das nossas ciências sociais. Sob o princípio de que “não se faz bem Geografia quando se faz só Geografia”, marcou a diferença no estudo e no ensino desta ciência.

A Faculdade de Letras da Universidade do Porto procurando desenvolver as "competências dos seus estudantes nas diversas áreas do saber, sem descurar a aquisição de saberes transversais e multidisciplinares que preparem os futuros profissionais a superar as dificuldades de inserção na vida ativa" decidiu reativar o Gabinete de Inserção Profissional (GIP), criando uma "rede de empresas potencialmente interessadas em empregarem diplomados nas várias áreas lecionadas e ajudando os licenciados, mestres e doutores a organizarem os seus curricula e/ou portfólios. Com esta iniciativa, tenciona a FLUP alargar a tradicional esfera de influência tornando-se num pólo aglutinador de oferta e de procura, sabendo que o seu papel não se esgota na concessão dos diferentes graus, antes se completa na ligação ao tecido empresarial, demonstrando inequivocamente as potencialidades dos seus estudantes."

Gabinete de Inserção Profissional (GIP)