É chegado o momento de fazer memória da conceção e nascimento, no Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite, do gigantone Serafim Vicente, apresentado à cidade de S. João da Madeira no desfile de Carnaval das escolas.


O Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite foi selecionado para dinamizar o projeto “À Barca” do Teatro do Bolhão. Este projeto, financiado pela AMP e Câmara Municipal, e dinamizado nos diferentes concelhos da Área Metropolitana do Porto, conta com várias atividades desde a realização de teatros portáteis, a ações de formação, a fóruns de teatro, entre muitas outras… uma dessas atividades foi a construção de um gigantone que representasse o Pai do Teatro em Portugal – Gil Vicente – e, ao mesmo tempo, representasse o concelho de S. João da Madeira. O agrupamento colocou mãos à obra e, com a coordenação da biblioteca escolar e a parceria das professoras Sónia Araújo, Celeste Cerqueira e dos alunos do 12.ºB do Curso de Artes Visuais, começou a odisseia do gigantone serafinense Vicente. Os alunos do 9.º ano destacaram os aspetos mais marcantes do nosso dramaturgo – os símbolos do teatro e do Bem e do Mal (clara referência à obra que estudaram – Auto da Barca do Inferno), as suas barbas, o seu cabelo um pouco comprido. Seguidamente, porque este Vicente é sanjoanense, foram apresentados os elementos que deveriam identificar a nossa cidade – o turismo industrial, a importância dos sapatos, chapéus e lápis… e assim, o projeto foi tomando rumo. Os alunos do 12.ºB realizaram os estudos para o gigantone, tendo sido selecionados diferentes elementos dos diferentes trabalhos apresentados. Com o Vicente idealizado, era preciso começar a angariar os materiais – a estrutura interna foi oferecida e realizada pelos artistas do Teatro do Bolhão; o revestimento e criação do exterior ficou a cargo do agrupamento. A biblioteca escolar colocou pés a caminho e foi a empresas do concelho pedir materiais que pudessem “vestir” o nosso Vicente. A Heliotextil gentilmente cedeu vários materiais, bem como o Turismo Industrial, com sede no Museu do Calçado, visível na bata do Vicente, as formas de sapatos da NImco. A todos, o nosso agradecimento. Ah, e claro, os lápis da Viarco também são bem visíveis no nosso Vicente, material importantíssimo para o labor do nosso escritor…
Etapa seguinte – construir o Vicente. Durante semanas, as oficinas das Artes foram o estaleiro para a sua construção: uns alunos cortavam, outros cosiam, outros pintavam, outros desenhavam, outros corriam para ajudar um colega em apuros… uma professora dava orientações, enquanto ajudava os alunos na execução de diferentes tarefas, outra corria a ir buscar algum material em falta… enfim, trabalho colaborativo realizado ao mais alto nível! E assim o Vicente foi ganhando forma, foi-se tornando cada vez mais sanjoanense, dando razão àqueles que julgam que o dramaturgo era um grande sapateiro.
Se é verdadeiro este aspeto da história do autor do Auto da Barca do Inferno, não sabemos, mas o certo é que se fez história (e muita arte!) em S. João da Madeira.
Com o Vicente pronto, era chegado o momento de o apresentar ao agrupamento e à cidade! E, com toda a pompa e circunstância que o homenageado exigia, Serafim Vicente foi apresentado no desfile de Carnaval, rodeado de centenas de alunos do nosso agrupamento e de todos os foliões do Carnaval que o quiseram cumprimentar e ver de mais perto.
Agora, quem o quiser ver pode ir à biblioteca da Escola Básica e Secundária Dr. Serafim Leite e pode observar a sua pose de quem, do alto da sua sabedoria, contempla aqueles que o fizeram nascer. Sentado na biblioteca, Serafim Vicente aguarda o desfile de todos os Vicentes dos diferentes concelhos envolvidos pelo projeto “À Barca” a realizar no Porto.
Até lá, contemplem as imagens de como “a rir se castigam os costumes” e como, com a conciliação de muitas vontades, é possível fazer Arte!
Um agradecimento muito especial aos alunos do 12.ºB do Curso de Artes Visuais e à professora Sónia Araújo que foram incansáveis ao longo de todo este processo.

Para veres as fotos dos esboços e do Vicente Serafim, clica em

Um gigantone chamado Serafim Vicente

 

 

AN vicente final

 

AN vicente esboço

 

AN vicente biblio


Blogue da Biblioteca Escolar

Memórias da Serafim

  • Os passeios da escola.

    Oct 4, 2020

    Os passeios da escola. Desde o início a escola praticou os passeios. Mais ou menos educativos, mais ou menos lúdicos, a escola sempre saiu dos seus muros. Aqui ficam três registos. Na foto em destaque em passeio a Montalegre, 29 de junho de 2003,[…]

    Read more...
  • Os finalistas de 1972/73

    Sep 23, 2020

    Os finalistas de 1972/73

    Read more...
  • Os livros de finalistas

    Sep 22, 2020

    Os livros de finalistas Estas publicações anuais eram excelentes registos para memória futura das realizações culturais levadas a cabo e, ao mesmo tempo, indeléveis assentamentos dos nomes e faces das gerações que passavam pela escola. No exemplar que agora se digitaliza, cuja oferta muito[…]

    Read more...
  • Os deveres do aluno

    Sep 14, 2020

    Os deveres do aluno No tempo do Estado Novo os deveres do alunos eram bem divulgados. Da ficha dos alunos constava a lista que se mostra. Atuais, ou não, eis um registo numa caderneta de um aluno que se extraiu do excente facebook dos[…]

    Read more...
  • As Fichas

    Sep 14, 2020

    As Fichas De uma escola se espera recolha de dados permanente. Em outras eras as coisas eram mais românticas, mais palpáveis. Hoje as fichas foram substituídas por tabelas exel, mais completas mas também mais assépticas. Aqui ficam dois exemplos, devidamente ocultados, porque[…]

    Read more...

Por aqui...

Temos 47 visitantes e 0 membros em linha