No passado dia 13 de março, decorreu mais uma sessão, na Câmara Municipal de S. João da Madeira, a 2ª reunião do atual mandato da “Assembleia Municipal Jovem”, subordinada à temática: “S. João da Madeira, a minha cidade do futuro”. Assim, durante a sessão, foi possível, aos 36 jovens deputados eleitos nos quatro agrupamentos sanjoanenses, debater e refletir em torno de medidas relacionadas com a sua cidade, na presença de todo o executivo municipal, de convidados e de todos quantos quiseram assistir a este momento, incluindo Pais e Encarregados de Educação.


Após as boas-vindas, por parte da Presidente da Assembleia Municipal, Dr.ª Clara Reis, interveio o Presidente da Câmara Municipal, Dr. Jorge Sequeira.
Seguidamente, assumiram a sua função as secretárias da assembleia, tendo sido uma das responsáveis a aluna da Serafim Leite, Rita Assunção. Após este momento, os representantes de cada agrupamento (no nosso caso, Francisco Gomes, Dinis Costa, Maria João Santos e Samuel Silva) partiram para a colocação de questões de interesse concelhio, tendo os serafinos solicitado as devidas declarações, ao Presidente Jorge Sequeira, em torno dos seguintes assuntos: a necessidade de alargamento temporal, durante a semana, da Biblioteca Municipal (embora não esteja “em cima da mesa” esta questão, o Presidente referiu poder vir a estudar-se tal situação); uma maior dinamização de eventos na Praça Luís Ribeiro, com atividades para todas as idades e, sobretudo, aos fins de semana (tendo o Presidente elencado as iniciativas que são levadas a cabo, ao longo do ano, como o circo, o teatro e a Semana da Juventude); um maior investimento na compilação e divulgação das atividades promovidas na cidade que não chegam ao cidadão comum (tendo o Presidente concordado com esta aposta). Intervieram, igualmente, os representantes da Oliveira Júnior e do CEI que agradeceram o transporte gratuito para as atividades desenvolvidas no âmbito da Universidade Júnior e focaram a falta de iluminação nos parques.
No Período da Ordem do Dia (POD), partiu-se para a eleição do representante da Assembleia Municipal Jovem, tendo-se candidatado o serafino Samuel Silva que, por uma “unha negra”, não foi eleito, tendo alcançado esse cargo a representante da Oliveira Júnior, Mariana Coelho.
Aprovada a ata da sessão anterior, os deputados partiram para o debate de todas as medidas constantes dos Projetos de Recomendação dos quatro agrupamentos, tendo os deputados serafinenses defendido, de forma séria e responsável, as suas medidas, que nunca foram questionadas/criticadas. Neste momento do debate, aproveitaram, ainda, para refutar medidas sugeridas pelos deputados de outros agrupamentos que julgaram pouco coerentes ou menos prioritárias, assim como parabenizaram algumas que consideraram produtivas e meritórias, sugerindo, até, a junção da medida 3 da Serafim Leite com a 2 da João da Silva Correia.
Após este ponto da ordem de trabalhos, interveio, de novo, o Presidente do Município, através de uma abordagem geral relativamente às medidas propostas. Esclarecidas as dúvidas e minudenciados todos os projetos, os jovens deputados de S. João da Madeira votaram nas três melhores propostas presentes em assembleia, a serem, a posteriori, apresentadas na Assembleia Municipal “Sénior”.
Entre as três medidas mais votadas na sessão, duas delas são fruto do projeto da Serafim Leite, o que comprova, sem dúvida, o esforço e o empenho dos nossos deputados. A primeira medida, junção de uma medida da Serafim (“Remodelação do Pavilhão das Travessas, do ponto de vista físico, tão necessária à vida desportiva sanjoanense, e criação de um complexo exterior dedicado, sobretudo, ao atletismo, no descampado junto ao pavilhão, de modo a atrair gentes de outros locais para a prática desportiva e a participação em eventos culturais e artísticos, contribuindo, igualmente, para uma melhor qualidade de vida de todos os sanjoanenses que se dedicam ao desporto”) com outra da João da Silva Correia (“Instalação e/ou ativação de painéis solares em infraestruturas de alto consumo de energia como o Pavilhão das Travessas, Pavilhão Paulo Pinto, escolas, entre outros. Esta energia seria utilizada de modo a obter uma maior eficiência energética e um gasto mais reduzido na eletricidade e, ainda, tem por objetivo a colmatação de lacunas existentes nestes locais, como o aquecimento da água,…”) alcançou 36 votos a favor, ou seja, todos, sem exceção, aprovaram esta medida. Já a segunda medida, originária da Oliveira Júnior (“Requalificação de passeios e passadeiras em zonas onde não existam ou se encontrem danificadas.”), foi agraciada com 27 votos a favor, 0 contra e 9 abstenções. Por último, obtendo 18 votos a favor, 1 contra e 13 abstenções, a primeira proposta do AE Dr. Serafim Leite (“Criação de protocolos entre as empresas de S. João da Madeira e as Universidades de Aveiro e do Porto, para a futura empregabilidade de jovens formados em áreas consideradas prioritárias para o desenvolvimento de S. João da Madeira.”).
Mais uma sessão, mais uma missão cumprida em prol do futuro de S. João da Madeira. Afinal, os jovens, agora, já têm voz no seu município!


Dina Sarabando e Cristina Correia

 

Para ver todas as fotos, clique em

Assembleia Municipal_2.ª sessão

AMJ março IMG 6083