No passado dia 17 de janeiro, uma comitiva da Serafim Leite partiu rumo à Torre da Oliva, pelas 14 horas, a fim de revelar o trabalho desenvolvido, por toda a comunidade escolar, no âmbito do projeto “Celebrar a História”, depois de uma preparação a cargos das docentes Dina Sarabando e Lurdes Gual.
O conjunto dos alunos Ana Amorim (7.º D), Bruna Santos (10.º A), Sofia Paiva (11.º B) e Samuel Silva (12.º B), representantes das atividades implementadas no feriado municipal, acompanhado pelas professoras Lurdes Gual e Cristina Tavares, deslocou-se ao III Encontro Indústria, História e Património, que decorreu na cidade, ao longo de vários dias, a fim de apresentarem, a todos, o exímio trabalho que o nosso Agrupamento demonstrou no dia em que o concelho de S. João da Madeira celebrava o 93.º aniversário da sua emancipação concelhia.


A nossa apresentação, depois das palavras iniciais, por parte da professora Cristina Tavares, contou com a presença do nosso patrono, Serafim Soares Leite, representado pelo aluno Samuel Silva, que, numa conversa com três alunas que frequentam a escola, ia mostrando a sua satisfação por este momento e pelo caminho calcorreado pelos sanjoanenses. No caso concreto, o louvor recaiu nos trabalhos, que tiveram como base o tema “Artes e Ofícios”, tendo os alunos, desde o pré-escolar até ao Ensino Secundário, composto um vasto espólio, visível numa exposição, coordenada pela professora Dina Sarabando, na qual estiveram presentes os ilustres chapéus, lápis, máquinas de costuras e sapatos tão familiares à nossa comunidade. Também foi dada a conhecer a histórica peça de teatro, “Histórias e Memórias”, retrato do passado da cidade, levada a palco pelo grupo, “Os Serafins”, que, conforme o divulgou a professora Lurdes Gual, num tempo record, preparam esta magnífica peça que, certamente, fez regozijar o coração de tantos sanjoanenses. A coordenadora do grupo de teatro “Serafins” não deixou de dar a conhecer todo o trabalho e gosto, assim como toda a pesquisa e responsabilidade que conduziram à elaboração do seu texto dramático que, posteriormente, brilhou no palco dos Paços da Cultura.
A nossa escola despediu-se, assim, do ciclo de conferências expondo, de uma forma bastante original, a criatividade, o empenho, o brio e a responsabilidade que toda a comunidade escolar revelou perante um projeto desta envergadura.


Samuel Silva (12.º B)
Prof. Dina Sarabando

 

5 mesa toda

 

4 IMG 20200117 155001

 

6 mesa toda