A Terra, ao longo da sua órbita em torno do sol, passa por zonas onde existem pequenos fragmentos de asteroides ou cometas. Estes, ao entrarem em contacto com a nossa atmosfera, incendeiam-se, deixando um rasto de luz. É a este rasto que se chama “estrela cadente”. Ao longo dos tempos e em diferentes culturas, a estrela cadente foi adquirindo diferentes simbolismos, quase todos relacionados com a ideia de iluminação divina, de bons presságios, de renascimento ou de possibilidade de mudança. Observar uma estrela cadente nos céus tornou-se, então, um bom momento para formular um desejo, esperando que ele fosse realizado em breve.

 

O 11º B, no âmbito do projeto DAC (Domínio de Articulação Curricular), intitulado “A Arte está no Ar”, quis também formular o seu desejo nesta época particularmente difícil que estamos a viver, pautada pela vivência de uma quadra festiva inserida numa conjuntura pandémica que a todos limita e entristece. Neste sentido, a turma elaborou, nas disciplinas de Português e de Filosofia, várias estrelas cadentes com o propósito de sensibilizar a comunidade educativa para a necessidade de viver o Natal e a entrada em 2021 com responsabilidade, solidariedade e, particularmente, em segurança, acreditando que melhores dias virão e que todos os nossos atos poderão fazer a diferença no processo de renovação do mundo em que vivemos.

Professora Lurdes Gual

 

AN 11B estrelas

 

AN 11B estrelas1

AN 11B estrelas2

 

AN 11B estrelas3a

 

AN 11B estrelas4AN 11B estrelas5


Blogue da Biblioteca Escolar

 
 
 

Portal do AESL

logotipo ESCOLA EMAIL