Parabéns ao “Agora Nós”, por ter criado um espaço para a Opinião.
Ter opinião na “gaveta”, não é ter opinião — é ter medo de ter opinião.
“Moderar” as opiniões é construir a Opinião; “censurar” é construir o “medo”...
A equipa do “Agora Nós”, à qual pertenço, quer construir Opinião.

Este espaço da Opinião sobre “atualidade pedagógica” e “política educativa”, foi encetado com o texto de um aluno. Este facto é significativo.
O referido texto não enfrenta, de forma explícita, as áreas gerais de discussão do fórum, mas contém quatro palavras de ordem que refletem, subliminarmente, o exato efeito das políticas educativas dos últimos seis anos: “sucesso”; “resultados”; “objetivo”; “profissão”.

Procura ser um homem de valor, na vez de um homem de sucesso.
— Abert Einstein.

Pertenço a uma geração de professores de Artes Visuais que abraçaram a profissão há 25 anos, juntamente com o ideal do livro “Educação pela Arte”, de Herbert Reed — um ideal contrário ao paradigma então dominante. Esse paradigma é, contudo, cada vez mais dominante e reprime as virtudes da Arte. Ela é, mesmo, estruturante: Mais estruturante do que a própria Língua e do que o próprio Fatalismo Matemático que formam a centralidade curricular de uma educação confrangida. A Arte é uma verdadeira Fábrica de Pensamento e de Atitude, pelo que as sociedades liberais, para além de não a compreenderem, tendem a desvirtuá-la. Como poderiam tais sociedades conceber aquilo que não tem propósito material algum?
A Arte serve para não servir. Há “Ensino Visual” na escola pública, mas não há “Educação Artística”. “Só é belo se for útil” é a percepção estética de uma burguesia já extinta... Uma percepção recuperada pelos sistemas educativos neoliberais.

A “escola pública” alimenta a Ética: não consagra Objetivo nem Finalidade — consagra Princípio.
A “escola pública” não serve a “profissão” nem a “produção”.
São os professores (e não os “políticos”), quem “Fala” com os alunos e é urgente que percebam que a Ética é um “luxo”...
Pois é um “luxo”: custa tanta integridade e tanta convicção que não está ao alcance de qualquer um — nem todos a conseguem pagar — é “coisa” que a “banca”, ainda bem, também não pode emprestar.
Reside aqui, a velha luta de classes, divididas entre dois “luxos” distintos — o material e o imaterial — e, ainda, entre esses dois e a “necessidade”.

A maior parte das gaivotas não se querem incomodar a aprender mais do que os rudimentos do voo, como ir da costa à comida e voltar. Para a maior parte das gaivotas, o que importa não é saber voar, mas comer. Para esta gaivota, no entanto, o importante não era comer, mas voar.
— Richard Bach.

Amo esta metáfora de Richard Bach, porque lembra o estado atual da Escola Pública, repartida entre uma oferta educativa maior — dos rudimentos para o “emprego” — e uma oferta educativa mais restrita, de virtudes superiores para a construção da “identidade”...

A “escola pública” deve consagrar a pessoa humana e a valorização plural do indivíduo.
Mais do que o mero “conhecimento”, a “escola pública” deve construir ”consciência” e “identidade”.
Sem “consciência”, o “conhecimento” é um ato banal, incivilizado e anexo. Sem “identidade”, a quem pertence?

Afogados na dívida oceânica do Tempo — nessa azáfama que os separa e os distrai — os trabalhadores vão reivindicando o que menos precisam enquanto “pessoa humana”.
A pessoa humana precisa de tempo para a “consciência” e para a “identidade”. 
Os professores precisam de ser “pessoa humana” para merecer a Profissão que ocupam — precisam do tempo que já não têm.


Blogue da Biblioteca Escolar

  • Graúdos e Miúdos, aprendemos, poupamos, aplicamos e solidificamos!

    May 26, 2022

    Graúdos e Miúdos, aprendemos, poupamos, aplicamos e solidificamos! No âmbito do projeto de literacia financeira ” Graúdos e Miúdos – aprendemos, poupamos, aplicamos e solidificamos! “, patente no Plano Anual de Atividades da BE, os alunos de Economia do 12º ano dinamizaram sessões em articulação com os 4º anos da[…]

  • 2.º Encontro Nacional AFC no Europarque

    May 25, 2022

    2.º Encontro Nacional AFC no Europarque A Rede de Bibliotecas Escolares está presente no 2.º Encontro Nacional Autonomia e Flexibilidade Curricular, que decorre nos dias 24 e 25 de maio, no Europarque, em Santa Maria da Feira. A Biblioteca do AESL também lá está. Acompanhe o “2.º[…]

  • História do Livro Activo

    May 21, 2022

    História do Livro Activo A Pré da EB de Fundo de Vila fez uma visita à biblioteca escolar do AESL – participou no reconto da “História do Livro Activo” e visitou à exposição com os trabalhos realizados pelas crianças!!! Sem dúvida uma manhã bem[…]

  • 5 de maio, Dia Mundial da Língua Portuguesa

    May 10, 2022

    5 de maio, Dia Mundial da Língua Portuguesa Para comemorar o Dia Mundial da Língua Portuguesa, o Plano Nacional de Leitura desafiou os leitores de várias línguas ou de diferentes áreas onde se fala Português, a ler na nossa língua – “Ler em vários sotaques”. Aqui ficam algumas dessas[…]

  • Hora do conto

    May 10, 2022

    Hora do conto Hora do Conto com a Professora Isabel Pinho: “Amélia quer um cão”. Construção de um cão com material reciclado e atividade PEM – Os animais e a saúde pública – sensibilização da médica veterinária Drª Vera Marques e registo da atividade[…]

 
 
 

Portal do AESL

logotipo ESCOLA EMAIL