No passado dia 18 de maio, foi com grande alegria que os nossos oito magníficos serafinos (Leonor Lima, Rafael Fernandes, Joaquim Santos, Rodrigo Silva, Diogo Gomes, Ângela Santos, André Pereira e Lara Oliveira) se dirigiram ao Fórum Municipal para a última sessão do ano letivo, reencontrando todos aqueles que, neste ano, partilham a aventura deste projeto.

 

Deu-se início à sessão municipal, no Período Antes da Ordem do Dia, com os jovens deputados a colocarem questões de interesse geral ao Presidente da Câmara Municipal, tendo os nossos representantes interrogado a autarquia em relação aos seguintes assuntos:

1. Necessidade de obras no campo exterior e no pavilhão desportivo do AESL (nesse sentido, o Sr. Presidente explicou que o edifício passou para a alçada da Câmara Municipal no dia 1 de abril e que, embora não haja dinheiro para que as obras sejam feitas ao mesmo tempo, julga que, com a futura comparticipação da UE em circunstâncias desportivas, o que não sucedia até então, será mais fácil levar a cabo esta empreitada);

2. Necessidade de espaldares na EB1 do Parque, dado que são exigidos nas provas de aferição e não existem (o Sr. Presidente ficou de averiguar a situação e a sua resolução);

3. Atribuição de importância à voz dos alunos na nova dinâmica, na área da Educação, com a transferência de competências para os municípios (o Sr. Presidente afirmou que tal é possível através da integração dos alunos no Conselho Municipal de Educação e no Conselho Geral e Associação de Estudantes de cada Agrupamento);

4. Necessidade de cobertura nos campos de ténis (em estudo, segundo nos foi adiantado);

5. Comparticipação em visitas de estudo, por parte da Câmara Municipal, como sucede em outros concelhos, para além do Ensino Pré-Escolar e do 1.º ciclo (o Sr. Presidente focou o investimento no Erasmus Municipal, na visita anual da AMJ e a cedência de autocarros; contudo, mais uma vez, a resposta não nos agradou);

6. Comércio local abandonado (foram divulgadas algumas estratégias para se ultrapassar este panorama).
Foram, também, lançadas outras questões, por parte dos restantes Agrupamentos que passaram pelas seguintes temáticas: linha férrea com ligação direta à cidade; poluição do rio Ul; vandalismo na cidade; presença de cães vadios nas ruas; bancos e mesas no espaço de recreio da Escola dos Ribeiros; animação de verão; parque infantil do Espadanal.

Seguiu-se o Período da Ordem do Dia, no qual se aprovou e votou a ata da 1.ª sessão e, posteriormente, o Dr. Jorge Sequeira transmitiu informações relativas às propostas aprovadas, na última reunião, e já apresentadas pela representante dos jovens deputados, a nossa Lara Oliveira, na Assembleia Municipal, no dia 28 de abril.

No que respeita à medida das atividades ao ar livre, o Sr. Presidente aproveitou para enunciar um conjunto de atividades já levadas a cabo no município e outras, entretanto paradas devido à pandemia, que ressurgirão, a saber: os domingos verdes; a Casa da Criatividade no Parque; o Dia Mundial da Juventude; a Semana da Juventude que, por decisão da antiga AMJ, contemplará, igualmente, o Dia do Estudante; a Cidade no Jardim, entre outras iniciativas.

Quanto à medida inerente à criação de uma Escola de Artes, gratuita, em S. João da Madeira, o Sr. Presidente focou apenas o Centro de Arte com aulas de fotografia, pintura, escultura e desenho. Contudo, considerou ser pertinente que as crianças e os jovens tenham acesso a um calendário anual com as diversas atividades escalonadas.

Por fim, quanto à medida promotora do voluntariado junto dos idosos, o Sr. Presidente sugeriu, desde já, a criação de uma Comissão de Trabalho, composta por elementos dos diferentes Agrupamentos, para se planificar esta atividade com o Banco Local do Voluntariado, a ACAIS, a Santa Casa da Misericórdia, a Universidade Sénior e a Biblioteca Municipal.

Após tais considerações, no ponto da ordem de trabalhos “Apresentação de questões / propostas subordinadas ao tema da AMJ”, apenas os deputados da Serafim Leite tomaram a palavra, na pessoa da sua representante, Lara Oliveira, que reforçou que a informação adiantada relativa à segunda medida não vai, definitivamente, ao encontro do que os jovens aprovaram no anterior plenário, afirmando que «gostaríamos que fosse possível a existência de uma Escola de Artes ou de Iniciativas Culturais (…) que fosse acessível a todos e, sobretudo, para aqueles que não têm possibilidades económicas. Pensámos, até, em espaços abandonados que poderiam ser aproveitados (…) O que quero transmitir é que não estamos a falar de atividades ou de workshops que vão existindo aqui e ali (…), mas que não têm continuidade no tempo ou raramente. Gostaríamos, antes, que S. João da Madeira nos oferecesse algo duradoiro, um espaço só nosso, das crianças e dos jovens, parecido com o projeto implementado no Porto, a Casa da Juventude.».

Após os trâmites finais, todos os intervenientes foram presenteados com um simpático lanche e todos partimos para o nosso Agrupamento com a certeza de mais uma missão cumprida.

Mais uma vez, os nossos queridos alunos mostraram o seu valor e o certo é que têm dado um excelente contributo à política ativa e responsável da nossa cidade. Parabéns, Serafinos!

Dina Sarabando

AMJ final1


Blogue da Biblioteca Escolar

  • Ler + Espaço

    Jun 30, 2022

    Ler + Espaço Trabalhos dos alunos, sobre “Os 4 Elementos”,  publicados no site do PNL. Veja aqui: https://pnl2027.gov.pt/np4/lermaisespaco2022.html

  • Ler + Mar

    Jun 30, 2022

    Ler + Mar Trabalhos dos alunos, sobre “Os 4 Elementos”,  publicados no site do PNL. Veja aqui: https://pnl2027.gov.pt/np4/lermaismar2022.html

  • O Fogo de Prometeu

    Jun 30, 2022

    O Fogo de Prometeu Trabalhos dos alunos, sobre “Os 4 Elementos”,  publicados no site do PNL. Veja aqui: https://pnl2027.gov.pt/np4/fogodeprometeu2022.html

  • Terra Mater

    Jun 30, 2022

    Terra Mater Trabalhos dos alunos, sobre “Os 4 Elementos”,  publicados no site do PNL. Veja aqui: https://pnl2027.gov.pt/np4/lermaisciencia_terramaterr.html

  • Relatório final de Biblioterapia

    Jun 30, 2022

    Relatório final de Biblioterapia Após o primeiro ano da Unidade de Emergência em Biblioterapia, a administração concluiu que o balanço é extremamente positivo. Os alunos partilharam as suas leituras e deixaram-se contagiar pelo gosto pela leitura. Saiba tudo aqui – https://biblioteca-aesl.pt/unidade-de-emergencia-de-biblioterapia/ Para o ano[…]

 
 
 

Portal do AESL

logotipo ESCOLA EMAIL