No passado dia dois de dezembro, o Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite teve o privilégio de assistir à apresentação do livro «UMA MULHER NO TOPO DO MUNDO».Esta obra retrata a vida de Maria da Conceição, uma portuguesa que, tendo sido abandonada pela mãe aos dois anos, foi criada por uma senhora viúva, muito pobre, já com seis filhos. A morte prematura da sua mãe adotiva traçou o caminho da sua vida que a levou ao Dubai, como hospedeira de bordo. É numa das escalas entre voos no Bangladesh que Maria da Conceição se depara com a miséria em que vivem cerca de 15 milhões de habitantes na capital, Dhaka.

A Escola Básica e Secundária Dr. Serafim Leite foi, novamente, distinguida com a bandeira «Escola Amiga dos Direitos Humanos» pela Amnistia Internacional Portugal, tendo sido reconhecida a ação deste agrupamento, no âmbito da promoção dos Direitos Humanos. Assim, no passado dia 4 de novembro, a Comunidade Educativa teve a honra de participar no Hastear da Bandeira «Escola Amiga dos Direitos Humanos».

No passado dia 23 de fevereiro, os alunos do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite tiveram a oportunidade de assistir a uma sessão sobre os refugiados, “Entender os Refugiados”, cujo objetivo principal era o de esclarecer dúvidas sobre a temática dos refugiados, neste caso sírios, as suas dificuldades e as suas preocupações. A sessão foi promovida no âmbito do projeto “Escolas Amigas dos Direitos Humanos” orientado pela professora Cláudia Proença, com a colaboração do professor José Paulo Silva, e teve a participação de cerca de 150 alunos e 15 professores. Esta iniciativa esteve a cargo de Helena Castro, da associação «Coragem Disponível», de apoio a imigrantes e refugiados.

À semelhança do que tem acontecido nos anos anteriores, a nossa escola participou no evento «MARATONA DE CARTAS 2015» da Amnistia Internacional. Com a colaboração dos vários membros da comunidade escolar e de alunos dos 11ºF e 12ºE, foram recolhidas cerca de 8000 assinaturas em defesa dos  casos que se seguem.

Uma escola amiga dos direitos humanos promove, respeita e ensina para e através dos direitos humanos, criando oportunidades para a participação ativa de todos os atores da comunidade escolar. O projeto pretende fazer mudanças positivas no âmbito da governança, relações, currículo e atividades extracurriculares e ambiente escolar.

No passado dia 9, o 7C e o 10D assistiram a um workshop no âmbito do projeto «STOP BULLYING», iniciativa que envolveu cerca de 40 alunos.

No mesmo dia, doze professores assistiram ao workshop «INTEGRAÇÃO DE TEMAS DOS DIREITOS HUMANOS NOS CURRÍCULOS».

À semelhança do que aconteceu no ano passado, em que foram enviadas mais de 3700 cartas em defesa dos direitos humanos, o AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. SERAFIM LEITE participou na recolha de assinaturas no âmbito da Maratona de Cartas 2014.

Entre os dias 17 e 21 de novembro, o Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite comemorou, não o dia, como já vem sendo hábito, mas a Semana da Tolerância. Numa iniciativa levada a cabo pelo grupo de Educação Especial, à qual se associou, na escola sede, a psicóloga do agrupamento, o lema foi "O Bullying não é fixe!".